Um número esmagador de pequenas empresas de sucesso hoje são empresas de serviços. Uma das muitas razões para isso é o fato de que as empresas de serviços muitas vezes não custam muito lançamento.

O investimento de capital necessário para lançar um negócio de corte de grama ou um negócio de limpeza de carpetes não é muito. Isso é diferente das empresas de produtos que exigem que o empreendedor invista na concepção e fabricação de um produto inicial. Além disso, as margens neste caso são geralmente mais altas e isso melhora suas taxas de sobrevivência.

Limpeza da equipe de limpeza

No lado negativo, porém, as empresas de serviços são difíceis de escalar. Existem apenas muitos projetos que você pode executar sem sobrecarga adicional em termos de espaço de trabalho ou trabalho. No entanto, existem algumas maneiras pelas quais um proprietário de empresa de serviços pode escalar seus negócios liberando recursos. Aqui estão algumas estratégias para fazer isso com a ajuda de ferramentas on-line.

Minimizando horas não faturadas

As empresas de serviços normalmente gastam apenas uma parte de suas horas de trabalho em tarefas faturadas. Por exemplo, se um negócio de limpeza de carpetes consome duas tarefas de três horas por dia, então duas de oito horas por dia não são faturadas.

As horas de trabalho não faturadas são um dreno nos recursos da empresa, uma vez que não contribuem para sua renda. Embora você possa reduzir isso assumindo mais projetos, algumas das horas não faturadas são inevitáveis ​​e são gastas em tarefas administrativas, como aumentar as faturas, acompanhar os clientes e aconselhar novos clientes em potencial.

Você pode reduzir essas horas de trabalho administrativo implantando as ferramentas SaaS corretas. Investir em um software de gerenciamento de faturas eficiente pode ajudá-lo a automatizar o faturamento, configurar o faturamento recorrente e estabelecer linhas de comunicação mais claras com seus clientes.

Você também pode considerar investir em outras ferramentas de SaaS para gerenciamento de contas, recursos humanos e gerenciamento de impostos, para garantir que gasta muito pouco tempo em tarefas que não contribuem diretamente para os resultados finais de sua empresa.

Terceirização

Contratar funcionários para ajudá-lo em seu negócio pode efetivamente aumentar seu negócio de serviços. No entanto, a contratação também exige a necessidade de novos processos e documentos que uma empresa iniciante gostaria de evitar.

Uma maneira rápida de evitar isso é seguir a rota da terceirização. Um número crescente de indústrias está mudando para a economia-gig que substitui os trabalhadores em tempo integral por freelancers para realizar negócios. Isso reduz as despesas gerais do lado dos negócios, ao mesmo tempo em que dá aos trabalhadores a liberdade de assumir tantos ou poucos projetos quanto quiserem.

O maior ponto de dor com tal modelo, no entanto, são os desafios de colaborar com vários trabalhadores contratados. Os desafios podem ser muito minimizados com a ajuda de um software de colaboração on-line. Tais ferramentas podem ajudar trabalhadores de várias partes do país a colaborar sem precisar se encontrar fisicamente. Essas ferramentas de colaboração hoje são até populares entre as empresas locais que trazem trabalhadores para a execução de vários projetos, como corte de grama, limpeza de carpetes ou limpeza de janelas.

Empresário está usando a solução de automação para executar seu negócio de serviços

Melhorando a eficiência do serviço

As empresas de serviços geralmente são cobradas por hora. Para colocar isso de outra forma, você pode ser capaz de ampliar se você pode concluir suas tarefas em menos tempo, pois isso libera mais horas para assumir projetos adicionais.

Melhorar a eficiência do serviço pode ser feito com a ajuda de ferramentas on-line. Vejamos o exemplo de uma agência da Web que oferece design e desenvolvimento de ponta a ponta do site de uma empresa. Tal empresa pode melhorar sua eficiência se puder usar ferramentas on-line para desenvolver os diferentes componentes de seus serviços. Por exemplo, eles podem usar as ferramentas de logotipo on-line para criar o logotipo do cliente e criar o website do cliente em uma plataforma como o WordPress, que reduz o tempo necessário para que todo o site funcione. Dessa forma, o tempo gasto para executar o projeto do cliente é reduzido significativamente; liberando tempo para assumir mais atribuições de clientes.

A automação de marketing é outra área na qual qualquer empresa de serviços deve se concentrar para expandir seus negócios. Isso inclui a criação de uma campanha de gotejamento para nutrir e converter leads qualificados, alcançando clientes existentes rotineiramente para acompanhamento e assim por diante. Embora a automação de marketing exija um investimento de capital considerável no tempo, é necessário um esforço mínimo em uma base recorrente, e é por isso que ela é tão eficaz quando se trata de expandir seus negócios.

Que outras estratégias você acha que podem ajudar as empresas de serviços a aumentar? Compartilhe seus pensamentos nos comentários.

Em tempos de incerteza (VUCA), muitas organizações buscam estabilidade e orientação com uma clara dimensão de responsabilidade. Novos paradigmas e conceitos como “intra-empreendedorismo” estão sendo desenvolvidos, os quais encontram contradições e dilemas no desenvolvimento organizacional e pessoal. Quanta responsabilidade um funcionário pode assumir quando a organização ameaça abandonar um aspirante a “intraempreendedor”?

Dilemas do empreendedorismo versus empreendedorismo

Muitas organizações estão buscando estabilidade e orientação, especialmente nestes momentos de incerteza, que são particularmente provocados pela digitalização. Uma dimensão clara para gerenciar a incerteza não está mais no controle permanente dos funcionários, mas na responsabilidade.

Essa nova perspectiva cria novos paradigmas e novos termos, como “intra-empreendedorismo”, palavra derivada de “intra-corporativo” relacionada a atividades internas (internas), empreendedorismo e empreendedorismo. Estritamente falando, esses termos não têm uma definição definida.

Intrapreneurship hoje

O “intraempreendedor” é um empregado que atua como um empreendedor interno. Ele trabalha com suas próprias responsabilidades, é criativo, engenhoso, orientado para a equipe e tem qualidades de liderança. O “intraempreendedorismo” descreve, assim, o comportamento empreendedor dos empregados nas empresas, bem como nas instituições e administrações públicas.

Os intraempreendedores trabalham de forma independente, se tiverem ideias que se encaixem bem em uma estrutura específica. No entanto, eles também correm o risco de serem sobrecarregados com responsabilidades e trabalhar mais horas. Hoje, o termo “intra-empreendedorismo” foi expandido e também é entendido como uma maneira de dar aos funcionários mais liberdade e espaço de desenvolvimento para si mesmos e para desenvolver novos produtos ou serviços e para garantir que eles permaneçam na empresa.

Ponderando entre duas opções

Contradições e Dilemas

O termo “intra-empreendedorismo” encontra muitas contradições e dilemas no desenvolvimento organizacional e pessoal. Quanta responsabilidade um empregado pode assumir sem ser sobrecarregado? Quando a organização ameaça largar um aspirante a intraempreendedor? Como você trabalha com o empreendedorismo? Quanto se oferece para manter um intraempreendedor?

Essa contradição é uma inversão do termo. Um exemplo frequentemente citado de intra-empreendedorismo é Tony Fadell, que fracassou como empreendedor, mas criou com sucesso o iPod como funcionário da Apple, que mais tarde se tornou a base do serviço de streaming iTunes e, portanto, causou uma ruptura na indústria da música.

Empreendedorismo

A definição do termo “empreendedor” também é bastante complexa e multifacetada. Pode ser uma personalidade deslumbrante, bem como um visionário, um manipulador eloqüente ou um lutador solitário. No sentido econômico da palavra, muitas vezes é traduzido como fundador da empresa. Mas isso também não é totalmente preciso. O economista britânico Richard Cantillon entendia o empreendedor principalmente como um tomador de risco com insegurança de renda. Mais tarde, Joseph Schumpeter expandiu o termo. Acima de tudo, ele viu o papel do empreendedor como aquele que produz novas combinações. Crie novas combinações e desbloqueie uma porta de oportunidades infinitas para a inovação.

Exemplos de pessoas que se encaixam nessa definição são: Steve Jobs, que combinou funções como telefonemas com a mídia e a Internet, e o ganhador do prêmio Nobel, Dr. Muhammad Yunus, que ligou a economia à ideia de possibilitar a mudança social e a inovação. Além do fato de que esses empreendedores tinham uma grande visão (a tecnologia melhora a coexistência, a economia pode resolver problemas humanitários), sua abordagem e modo de pensar, mudança e inovação tornaram isso possível.

Hoje, há mais caminhos para entender intra e empreendedorismo não só desde o início (ou seja, não apenas a partir da descrição de uma pessoa), mas dos objetivos corporativos e toda a estratégia organizacional, de uma maneira incerta e extremamente rápida para poder para afirmar com sucesso um tempo de mudança.

Jovem empreendedor

As 5 dimensões do empreendedorismo

Durante seu tempo, Schumpeter definiu o empreendedorismo em cinco dimensões:

  1. Lançar produtos novos ou modificados
  2. O uso de novos métodos de marketing ainda não comprovados
  3. Abra ou crie um novo mercado
  4. A aquisição de novas formas e recursos para a produção de produtos
  5. Criar novas estruturas econômicas, por exemplo mudando monopólios (mudanças nos setores postal e de transporte, indústria ferroviária e de táxi, telecomunicações, etc.)

Portanto, o empreendedorismo sempre foi uma abordagem abrangente e nunca excluiu o intra-empreendedorismo, uma vez que o termo foi muito além da fundação de empresas.

Impactos Práticos nas Organizações

Como isso afeta as organizações em termos práticos?

  1. Uma definição clara de termos ajuda a iniciar e implementar efetivamente os processos intra e empreendedorismo.
  2. Pela nossa experiência, ajuda a entender pessoalmente o que o intra ou o empreendedorismo realmente significa e não como uma definição vaga ou estereotipada que é frequentemente mal interpretada.
  3. O Intra e o Empreendedorismo podem, portanto, cumprir sua função em uma organização, criar força e liberdade para os intraempreendedores e promover a inovação.
  4. Cria a oportunidade de entender o intra e o empreendedorismo não apenas desde o início. Eles podem ser entendidos em termos de seus efeitos e, portanto, orientados para a meta, o propósito e a estratégia organizacional.

O LinkedIn é uma das melhores plataformas de redes de negócios, com mais de 300 milhões de usuários, em sua maioria profissionais. Criando um perfil com o LinkedIn irá ligá-lo para muitas oportunidades, e você também terá uma marca profissional on-line. Você pode se beneficiar muito se for um fundador de startups. Através desta plataforma, você pode exibir suas habilidades e níveis de especialidade, indicando o que você é bom ou lugares que você conseguiu prestar serviços.

Aplicativo do LinkedIn

Para começar, você deve criar um bom perfil porque é isso que funcionará como seu cartão de visita. Muitas pessoas estão usando essa plataforma e você não sabe que talvez seu próximo empregador ou parceiro de negócios possa se deparar com seu perfil.

A maioria das pessoas geralmente acha difícil criar um bom perfil no LinkedIn. Você deve se certificar de que tudo é preciso ou original. Existem diferentes estratégias que você pode tentar impulsionar seu perfil no LinkedIn. O mais popular entre muitos é o uso de software de automação. Usá-los ajuda a simplificar e organizar todos os seus processos. Você aumentará sua rede rapidamente usando algumas dessas ferramentas de automação. Procure as pessoas certas se quiser os melhores resultados.

Uma das melhores ferramentas disponíveis no momento é o Linked Helper. Você pode instalá-lo como extensão do navegador Google Chrome. O Helper Vinculado é útil na automação de tarefas do LinkedIn, como o envio de mensagens a novas conexões, a primeira conexão a ser convidada para ingressar em um grupo específico e a convidar pessoas a se conectarem. É uma das melhores ferramentas de automação que garantirá os melhores resultados.

Visão geral do LinkedHelper

Como usar o auxiliar vinculado

A seguir estão algumas das maneiras de usar este Ferramenta de automação do LinkedIn para expandir sua rede.

1. Convide Automaticamente / Conecte-se com 2nd E 3rd conexões de nível

O LinkedIn permite que você envie mensagens de convite de até 300 caracteres. Se você personalizar sua solicitação de conexão, ela aumentará sua taxa de aceitação. A ferramenta de convite do Google Linked Helper tem todos os recursos necessários para garantir uma campanha convidativa bem-sucedida no LinkedIn.

Ele permite que você organize seu trabalho em listas (campanhas). Crie listas separadas e nomeie-as por funções de seu público-alvo (“farmacêutico – diretor de compras”, “Consultores financeiros”), pela data de sua divulgação (“pharma – September”, etc) ou o que for conveniente para você.

Use um conjunto de variáveis ​​para personalizar sua solicitação de conexão: {firstname}, {lastname} {company}, {position}, {mutual_first}, {mutual_second} e muito mais. Precisa de variáveis ​​adicionais? Há sim longe para criá-los também.

O recurso de tempo limite de segurança garantirá que sua atividade no LinkedIn permaneça dentro de limites seguros. A ferramenta de ajuda vinculada é bastante flexível, permitindo que você visualize suas listas, exclua certas pessoas da fila de convidados, pare e comece a convidar a qualquer momento. Depois de concluído, você pode exportar seus resultados para um arquivo csv para trabalhos futuros.

2. Autoresponder

Isso significa enviar mensagens de acompanhamento que foram adicionadas recentemente por meio de uma campanha de convite do Helper vinculado. A mensagem para “Adicionados recentemente” está configurada para varrer sua rede para procurar por quaisquer contatos que foram convidados anteriormente. Uma vez encontrada, a ferramenta enviará uma mensagem que você precisa definir antecipadamente. Essa ferramenta é inteligente e pulará os contatos que responderam à sua solicitação de conexão.

3 Auto Mailing System

A principal intenção disso é conectar-se com seus parceiros de negócios, enviando suas primeiras conexões por meio de uma sequência. Você deve começar abrindo a página de pesquisa do LinkedIn (as plataformas Sales Navigator e Recruiter também são suportadas) e definir seus filtros. Defina o relacionamento com as primeiras conexões e os filtros e pressione para coletar os destinatários da mensagem. Verifique os contatos que você coletou antes de enviar. Agora você pode criar um modelo de mensagem na ordem correta e clicar na transmissão da mensagem inicial para começar a enviar.

4. Mensagens Agrupadas

Você também pode enviar mensagens para membros do grupo do LinkedIn, desde que você seja um membro desse grupo. Comece abrindo uma página de grupo e criando uma nova campanha de transmissão. Você deve clicar na guia “coletar destinatários da mensagem” e criar um modelo de mensagem usando variáveis ​​de sua preferência. Inicie sua transmissão de mensagem depois de seguir todos os procedimentos.

5. Convidar Primeiras Conexões

Você pode convidar suas primeiras conexões para um grupo do LinkedIn. Faça isso coletando-as na página de pesquisa do LinkedIn, na página Sales Navigator, em My Connections, no LinkedIn Recruiter ou na página Alumni. Visualizar e excluir contatos, se necessário. Vá até a página do grupo e convide os contatos coletados.

6. Construa uma lista de discussão

Antes de conectar com 2nd e 3rd contatos de nível ou de mensagens seu 1st conexões, você pode querer saber mais sobre o seu público. Ao usar o Profile Extractor, você pode copiar todas as informações mostradas na página do LinkedIn, baixar um arquivo CSV e continuar dividindo seus contatos por área geográfica, por exemplo, ou por seus interesses. Para o seu 1st conexões de nível você extrairá seus endereços de e-mail. Criar uma lista de discussão facilita a conexão com as pessoas. Isso é útil se você usar o LinkedIn apenas para obter endereços de e-mail e quiser entrar em contato com eles pelo Gmail.

7. Impulso do Perfil

Aumentar seu perfil ajuda você a obter muitos endossos. O Assistente Vinculado permite que você endosse suas conexões automaticamente. Em muitos casos, ele os incentivará a retribuir o favor, endossando-o de volta. Você pode fazer isso selecionando os contatos que deseja oferecer em sua rede e escolher os intervalos e períodos de aprovação. Também certifique-se de escolher o modo de endosso: um número de primeiras habilidades listadas (ou seja, “endossa as 2 primeiras habilidades”), todas as habilidades listadas, ou apenas habilidade específica (“Growth hacking”)

8. Auto visita do perfil

Esta é outra maneira ideal de se conectar com outras pessoas em seu campo. Vá para o perfil de visitante automático e, na lista de menus, pressione criar novo e inclua seu título. Na guia de pesquisa, digite um nome, local ou profissão. Quando uma lista aparecer na sua pesquisa, você deve coletar contatos para a visita automática. Agora você pode visualizá-los. Volte para a guia de visita e inicie os perfis de visita automática. Após a conclusão, exporte-os no formato correto, baixando o arquivo CSV. Isso o torna compatível com o Planilhas Google ou o Excel.

Para criar um público-alvo, primeiro você deve começar a olhar para os atributos deles. Conheça onde estão seus interesses. O que eles mais amam? Qual é o seu público interessado? O que você tem a oferecer também conta. Você deve se destacar de seus concorrentes. Com tudo isso, você aumentará sua rede no LinkedIn. Algo que você precisa saber é que você é obrigado a ter um público mínimo de 300 membros.

Leve embora

Ferramentas de automação são ótimas, especialmente para fins de marketing. A próxima pergunta decisiva seria: “qual é o custo disso?” Para responder à pergunta, você deve considerar se deve optar por produtos gratuitos ou pagos. O primeiro é geralmente ótimo para testar a água, mas o último é o que eventualmente todo tomador de decisões de pequenas empresas deve optar.

A mesma coisa também se aplica ao Linked Helper. Felizmente, o criador da ferramenta torna mais fácil para você decidir: Você receberá 14 dias de teste gratuito depois de fazer o download do Helper vinculado antes de fazer o upgrade, a um custo de US $ 15 por mês. Você vai desfrutar de algum serviço de qualidade desta ferramenta de automação depois de pagar por sua assinatura.

É hora da decisão. Sem pressão.

Os benefícios de expandir um negócio para o mercado asiático são fáceis de ver, começando com o fato de que a Ásia abriga algumas das maiores e mais populosas nações do mundo. Isso por si só faz com que seja um dos mercados mais superiores em nível global.

Aqueles que desejam entrar no mercado asiático podem criar um negócio ou expandir suas operações através de subsidiárias ou filiais. No entanto, há outra opção disponível para aqueles que querem realocar seus negócios para qualquer um dos países asiáticos que oferecem facilidade e conveniência a um custo muito acessível.

Mercado asiático

Planejando antes: o que você precisa fazer antes de se expandir para a Ásia

Antes de expandir um negócio para o mercado asiático, uma empresa deve tomar duas decisões importantes, incluindo decidir qual país expandir e qual tipo de formulário comercial é o mais adequado para o seu tipo de negócio.

Ao ponderar essas duas decisões importantes ao planejar a expansão de um negócio para o mercado asiático, você deve estar ciente de que o mercado asiático é unitário, o que significa que as empresas encontrarão oportunidades semelhantes, independentemente da nação que escolherem. Isso pode apresentar alguns desafios na tentativa de decidir entre duas nações. Bons indicadores que você pode examinar ao tentar tomar essa decisão são o tamanho do mercado que você deseja abordar e qualquer legislação para o setor em que você está.

No que diz respeito ao tamanho, a China e o Japão são os maiores mercados da Ásia. A China é a maior economia do mundo e o Japão é conhecido pela excelente qualidade de vida da população, o que é um bom indicador de poder de compra sólido.

China e Japão não são as únicas nações prósperas da Ásia. Existem várias economias menores, que compõem seu tamanho menor, com uma legislação mais descontraída em relação aos investimentos estrangeiros, o que permite que as empresas estrangeiras tenham mais sucesso. Dois destes são Cingapura e Hong Kong.

Visão de Cingapura

Não negligencie a pesquisa de mercado

Outros fatores a considerar ao expandir um negócio para o mercado asiático são estudos de mercado e estudos de viabilidade. Esses dois fatores ajudarão você a entender quaisquer lacunas que possam ser preenchidas e se houver necessidade de seus bens e serviços específicos.

Ao concluir as etapas acima mencionadas, o tratamento dos formulários legais e da documentação necessária é o próximo passo lógico a ser seguido na expansão de um negócio para o mercado asiático. Do ponto de vista legal, expandir um negócio para o mercado asiático pode ser feito através de uma empresa subsidiária ou através de uma filial.

Existem diferenças entre essas duas opções que devem ser cuidadosamente consideradas, pois afetarão a matriz e a entidade que opera no mercado asiático.

Expandir um negócio através de uma filial se traduz em uma entidade legal que é completamente dependente da empresa-mãe. O registro e a administração são baratos. Uma sucursal também é vantajosa do ponto de vista fiscal, uma vez que a empresa-mãe consegue compensar alguns dos impostos pagos no país asiático com os impostos pagos no país de origem.

Para alguns tipos de empresas, a expansão através do uso de uma subsidiária é a melhor opção. A empresa ainda pode ter que seguir as regulamentações da empresa matriz, mas será registrada como uma empresa independente dentro do país onde irá operar. Em termos simples, isso significa que a empresa tem independência total para operar no mercado asiático e operar sob o mesmo sistema de tributação benéfico aplicável às empresas locais.

Serviço ao cliente

Melhore suas comunicações com o encaminhamento de chamadas

O mercado asiático é um dos mercados mais competitivos do mundo, e é por isso que atrai muitos investidores estrangeiros que desejam estabelecer presença nesses países. Uma vez que você tenha decidido em qual nação operar e quando você estabelecer contatos nessa nação através dos processos de planejamento, a comunicação dentro da nação provavelmente se tornará uma etapa essencial no processo. Comprar um número de telefone virtual para se comunicar facilmente com esses novos contatos e configurar o encaminhamento de chamadas internacionais é uma decisão lógica e vantajosa para manter as linhas de comunicação abertas com esse novo mercado.

Por décadas, a United World Telecom se especializou em oferecer números de telefone virtuais para nações da Ásia e de todo o mundo. Um dos muitos recursos que a United World Telecom oferece para trabalhar em parceria com números de telefone virtuais é o encaminhamento de chamadas.

Ao expandir um negócio para o mercado asiático ou qualquer outro mercado estrangeiro, os desafios de manter as linhas de comunicação abertas tornam-se especialmente predominantes. Portanto, a utilização de números de telefone virtuais com o encaminhamento de chamadas internacionais é a maneira perfeita de preencher essa lacuna e garantir uma comunicação eficaz para todas as partes envolvidas.

Todos nós ouvimos as declarações de que a diversidade e a inclusão são importantes em todas as esferas da vida, seja saúde, uma startup de TI ou qualquer outra coisa para esse assunto. No entanto, há alguma evidência científica por trás das afirmações, como “a diversidade pode impulsionar o desempenho de sua equipe” ou “local de trabalho inclusivo maximiza a produtividade”?

Diversidade

Nesta postagem do blog, decidimos descobrir a pesquisa baseada em evidências que pode confirmar ou refutar essas alegações.

Reivindicação: Diversidade é Crítica para Inovação

União

Evidência: De acordo com pesquisadores da Harvard Business Review, que realizaram uma pesquisa nacionalmente representativa de 1.800 profissionais, bem como realizaram inúmeras entrevistas e grupos focais, concluíram que empresas com uma cultura diversificada e inclusiva superam outras empresas com uma força de trabalho menos inclusiva. Além disso, as diversas empresas tiveram 45% mais chances de aumentar sua participação de mercado e 70% mais propícias a conquistar um novo mercado.

Sem a cultura que promove a diversidade e inclusão, as mulheres foram relatadas para ser 20% menos propensos a compartilhar suas idéias, pessoas de cor – 24% a menos, e LGBT – 21% a menos. Sem permitir que sua equipe contribua para a discussão de forma livre e aberta, você obviamente está perdendo novas ideias que podem levar à inovação.

Além disso, de acordo com os pesquisadores do Instituto Clayman de Pesquisa de Gênero da Universidade de Stanford, quando a cultura é mais heterogênea, é mais provável que as pessoas contribuam com suas perspectivas únicas. No entanto, não basta adicionar uma força de trabalho diversificada à sua organização, você precisa criar a sensação de “pertença ambiental” e a dinâmica produtiva da equipe, instruindo e inspecionando sua equipe para descobrir as partes mais fracas de sua administração.

Reivindicação: Inclusão aumenta o desempenho da equipe

performance da equipe

Evidência: De acordo com a pesquisa realizada e publicada pela McKinsey & Company, há uma relação clara e direta entre a diversidade e o desempenho dos negócios. Em seu relatório, Why Diversity Matters, os pesquisadores encontraram uma correlação estatisticamente significativa entre diversidade e desempenho financeiro. Empresas com equipes mais diversificadas tiveram probabilidade 21% maior de obter rentabilidade acima da média. Força de trabalho inclusiva e cultura diversificada significaram uma probabilidade de 33% de outperformance na margem EBIT. Além disso, para a diversidade de gênero, as equipes executivas mostraram correlações ainda mais fortes.

Scott Page, professor de sistemas complexos da Universidade de Michigan e autor de The Diversity Bonus: como as grandes equipes pagam na economia do conhecimento em sua palestra com [email protected] show de rádio de negócios, confirma que ter pessoas de diferentes origens em sua equipe traz um valor incrível para o desempenho organizacional, revelando diferentes perspectivas e ferramentas.

Reivindicação: Diversidade significa direcionamento de qualidade superior

Alvejando

Evidência: Este é um pouco óbvio, não acha? As pessoas que vêm do mesmo histórico terão taxas mais altas de sucesso na comunicação e compreensão das necessidades, valores, emoções, etc. O entendimento intercultural, o conhecimento dos mercados locais, a valorização dos valores históricos e éticos são fundamentais se você quiser vencer. novos mercados.

Em seu artigo sobre benefícios e desafios da diversidade, os redatores da Hult International Business School dão vários exemplos de como as marcas se perdem na tradução se lhes falta informação da cultura em que estão anunciando. Assim, o “Finger lickin 'good” da KFC foi transformado em “eat your fingers off” na China, e o absurdo anúncio impresso do McDonald's na Finlândia foi considerado bizarro pelo público estrangeiro.

Reivindicação: empresas inclusivas são melhores em reter talentos

Direitos fundamentais

Evidência: De acordo com a pesquisa publicada na Human Resource Management Journal, que envolveu dados de 198 organizações, as empresas com maior índice de diversidade apresentaram menor rotatividade. O aumento da diversidade é, portanto, sugerido como um remédio para reduzir as taxas de rotatividade e aumentar a satisfação dos funcionários.

Outra pesquisa relativamente recente publicada pela Harvard Business School sugere que criar um ambiente onde as pessoas são livres para se expressar sem tentar usar máscaras ou cobrir suas verdadeiras identidades é fundamental para o sucesso de uma organização em um mercado global. A chave para a inclusão, argumentam os escritores, é entender seus funcionários.

Existem algumas maneiras de obter uma melhor conscientização sobre as necessidades de seus membros da equipe: realizar pesquisas e avaliar grupos de discussão de forma independente, participar de conversas individuais ou simplesmente informar seus funcionários de que você realmente se importa. Dessa forma, você manterá seu talento comprometido e comprometido com as metas, visão e, finalmente, com a sua empresa.

Reivindicação: Diversidade Reduz o Pensamento de Grupo

diversidade no local de trabalho

Evidência: De acordo com a pesquisa publicada na revista Perspectives on Psychological Science, os grupos homogêneos estão sob maior risco de pensar em grupo e de mente estreita. Diversos grupos, graças a evidências empíricas, mostraram melhor produtividade, maiores taxas de inovação e, como resultado, decisões mais inteligentes. Equipes diversificadas e inclusivas têm acesso a uma variedade maior de perspectivas, estão mais prontas para adotar mudanças, mais preparadas para ouvir opiniões e pontos de vista diferentes, bem como fazer declarações menos precisas.

Um artigo publicado no MIT News também sugere que “a homogeneidade pode ser uma causa subjacente do 'pensamento de grupo', no qual as pessoas caem em um consenso injustificado”. No entanto, os pesquisadores argumentam que há outro lado da moeda: pessoas semelhantes se sentem mais confortáveis ​​com isso. uns aos outros e estão mais preparados e dispostos a compartilhar suas idéias entre si. Portanto, a falta de diversidade não é, portanto, o único culpado que se esconde atrás do pensamento de grupo. Os gerentes precisam lidar com outras questões organizacionais para descobrir as causas do fenômeno indesejado.

Conclusão

Pode-se argumentar que trabalhar remotamente pode eliminar a necessidade de uma equipe diversificada, já que as pessoas não estão trabalhando juntas face a face. No entanto, estamos confiantes, não é esse o caso.

As equipes remotas também podem se beneficiar da adoção da diversidade, e os gerentes de RH devem fazer todo o possível para incorporar a diversidade e a inclusão em suas práticas de contratação. Como confirmado pela pesquisa mostrada acima, a diversidade desempenha um papel crítico no sucesso de qualquer organização.

Sua pequena empresa está finalmente pronta para contratar alguém? Parabéns! Quando se trata de contratar seu primeiro funcionário, o que você precisa ter em mente? Nós explicamos aqui – continue a ler.

Contratação de novo funcionário

Você é proprietário de uma pequena empresa e está pronto para contratar um funcionário?

Parabéns!

Quando se trata de expandir seus negócios e contratar seu primeiro funcionário, você pode estar se perguntando exatamente como fazê-lo. Confira este breve guia para contratar novos funcionários.

1. Certifique-se de que você está pronto para contratar

Primeiramente, certifique-se de que você esteja realmente pronto para contratar seu primeiro funcionário. É fácil se animar e pular de cabeça, mas se sua empresa não estiver pronta para um funcionário, pense em esperar.

Para começar, você precisa ter certeza de que sua empresa está financeiramente estável o suficiente para pagar um funcionário. Além de pagar seu salário, você também terá despesas na forma de verificação de antecedentes, publicidade e impostos. Se sua empresa não está gerando o suficiente, considere esperar.

Outra coisa a considerar é qual o papel que esse funcionário desempenhará. Você está querendo levar seu negócio para uma nova direção ou para o próximo nível e precisa de alguém com experiência? Contratar alguém para desempenhar um papel específico para ajudar no crescimento do seu negócio pode ser benéfico.

2. Quais são suas obrigações legais como empregador?

Ao verificar sua lista sobre como contratar funcionários, você precisa ter certeza de que conhece suas obrigações legais. Por exemplo, você precisará de:

  • um formulário de verificação de elegibilidade para emprego (Formulário I-9)
  • um número de identificação do empregado
  • registros de impostos de funcionários
  • seguro de compensação de trabalhadores
  • registro de imposto de seguro-desemprego

Contratar funcionários é muito responsável, por isso é importante cumprir todas as regulamentações estaduais e federais. Você também quer saber como planeja pagar seus funcionários. Considere https://www.thepaystubs.com/create-stub para obter ajuda com os seus stubs de pagamento da empresa.

3. O que o papel do funcionário implica?

Quando se trata de saber como contratar um empregado, você precisa ter clareza sobre o que o papel deles implicará. De quais tarefas específicas esse funcionário será responsável? Eles estarão lidando com marketing, atendimento ao cliente ou vendas? Crie uma descrição detalhada do trabalho que inclua suas tarefas diárias, habilidades, experiência desejada e quaisquer requisitos físicos.

Você também deseja ter clareza sobre o salário e o tipo de funcionário que deseja contratar. Será esta uma posição sazonal, a tempo parcial ou a tempo inteiro? Permita que os potenciais candidatos também saibam de quaisquer vantagens ou incentivos que estarão disponíveis.

Entrevista com novo candidato a funcionário

4. Saiba como você planeja rastrear os candidatos

Quando você está contratando funcionários, precisa se certificar de que sabe como planeja fazer a triagem dos candidatos. Você estará fazendo telas de drogas? Mais de 65% dos acidentes de trabalho são resultado do uso indevido de drogas ou álcool.

Você espera que os candidatos passem por testes de habilidades ou checagem de antecedentes? Você deve saber exatamente como será o rastreamento de candidatos para garantir a correspondência correta.

5. Entreviste e contrate seu primeiro funcionário!

Agora, a parte emocionante: entrevistar e contratar seu primeiro funcionário. Você tem todos os seus patos em uma fileira e você entrevistou todas as suas perspectivas. Agora você pode escolher a pessoa certa para adicionar à sua equipe. Dê boas-vindas ao seu novo funcionário com um processo de integração bem-sucedido.

Contratando seu primeiro empregado

Contratar seu primeiro funcionário é um momento emocionante na vida de qualquer proprietário de empresa. Quando souber que você está pronto para contratar alguém, siga estas etapas para tornar o processo perfeito.

Quer mais ótimas dicas sobre o crescimento de sua empresa? Certifique-se de verificar o nosso blog de gestão de negócios para manter seu negócio crescer e prosperar.

LMS em uso

Um Learning Management System (LMS) é uma plataforma de eLearning que suporta a criação e distribuição de cursos on-line para os alunos (Ouadoud, Chkouri, & Nejjari, 2018). Normalmente, esses plataformas de e-learning são pesados ​​em recursos e são projetados para fornecer ferramentas para criadores de curso / professores e fornecer menos desses mesmos recursos para alunos / alunos.

Pesquisadores Mohammed Ouadoud, Mohamed Yassin Chkouri e Amel Nejjari (2018) propõem um novo modelo para LMS construção. Esses pesquisadores acreditam que o LMS deve ser construído com base na pedagogia tradicional, behaviorismo, cognitivismo e construtivismo social – e deve enfatizar a importância da usabilidade, segurança, portabilidade, sustentabilidade, compatibilidade entre dispositivos e entre sistemas.

Teorias de Aprendizagem e o LMS:

O que é pedagogia tradicional?

Na pedagogia tradicional, a informação é apresentada de forma estruturada pelo professor e a aprendizagem ocorre em etapas preestabelecidas (Ouadoud, Chkouri, & Nejjari, 2018). Isso normalmente envolve o seguinte:

  • Ensino baseado em palestras
  • O professor fornece conteúdos e os alunos mostram a aprendizagem através de exercícios de recitação, exames e aprendizagem (Ouadoud et al., 2018).
  • Entrega clara de conhecimento, não exigindo interação entre os alunos para maior clareza
  • Isso significa que não há debate nem comunicação entre os estudantes (Ouadoud et al., 2018).

Como este novo LMS conceituado apóia a pedagogia tradicional?

A interface do professor apoiará a criação do conteúdo do curso a ser entregue aos alunos de forma hierárquica e estruturada para facilitar a compreensão do aluno (Ouadoud et al., 2018).

O que é teoria behaviorista?

Na teoria behaviorista, a aprendizagem ocorre com base em uma série de reações de estímulo-resposta ao longo do tempo (Ouadoud et al., 2018).

Como este novo LMS conceituado suporta o behaviorismo?

O novo LMS deve apoiar exercícios de aprendizagem que permitam aos alunos adaptarem-se a novas condições através de atividades de tentativa e erro (Ouadoud et al., 2018). Por exemplo, ao ensinar aos alunos como usar um novo tempo de verbos em outro idioma, pode ser bom que o LMS apóie atividades interativas que dêem feedback positivo ou negativo aos alunos ao experimentar diferentes conjugações.

Qual é a teoria cognitivista?

Teoria cognitivista postula que a aprendizagem se origina de fatores intrínsecos e extrínsecos. Quando a motivação é estimulada no aluno, e o conhecimento é apresentado de várias maneiras para engajar diferentes estilos de aprendizagem – o aprendizado é bem-sucedido. Quando o aluno não está motivado e o conhecimento não é apresentado de várias maneiras e o aprendiz é incapaz de aprender, ele é visto como uma deficiência do centro de processamento de informações do aprendiz (Ouadoud et al., 2018).

Como este novo LMS conceituado suporta a teoria da aprendizagem cognitivista?

Este novo LMS suportará todas as formas de materiais de aprendizagem multimídia para envolver os alunos de várias maneiras. O LMS também deve apoiar as tecnologias de comunicação de informações para que os alunos possam interagir com simuladores, experimentos e tutoriais inteligentes que exigirão que os alunos gastem a energia necessária para realizar o aprendizado (Ouadoud et al., 2018).

O que é construtivismo social?

No construtivismo social, o novo conhecimento é adquirido através de interações entre pares durante atividades centradas em torno da resolução de problemas (Ouadoud et al., 2018).

Como este novo LMS conceituado apóia o construtivismo social?

Este novo LMS virá equipado com ferramentas de comunicação e colaboração online. Essas ferramentas permitem o compartilhamento, a troca e a interação em formatos síncronos e assíncronos, como em blogs ou outros fóruns / fóruns de discussão (Ouadoud et al., 2018).

Um LMS que pode suportar estas teorias de aprendizagem que já existem é CertCentral LMS. Entre em contato hoje mesmo com a CertCentral para saber mais sobre suas soluções corporativas que suportam integrações dinâmicas.

Proprietário de negócios on-line monetizando seu site de negócios

Construir um site eficaz que resista ao teste do tempo requer uma variedade de considerações e habilidades. Desde escolher o design certo até otimizar menus e navegação, há muito trabalho a ser feito, mesmo antes de entrar em produção. Depois que o trabalho for concluído, o processo passará para a criação de conteúdo, marketing e outros aspectos vitais da promoção que garantirão que seu website seja proeminente e desejável.

Muitas pessoas começam seus próprios sites sem considerar o nível de dedicação de que necessitam. Depois de algum tempo, o trabalho pode parecer ingrato – levando a negligência ou fechamento definitivo do site em questão. Para compensar o tempo gasto na criação e manutenção do website, muitos optam por utilizar a monetização de várias formas.

Como se constata, há muitas maneiras de ganhar dinheiro através de um site. Vamos ver cinco deles hoje para saber como proceder se a monetização for sua meta.

1. Mercadorias e Assinaturas Digitais

Nem todos os itens vendidos em um site precisam ser tangíveis. Muitas das marcas de maior sucesso on-line de hoje oferecem downloads e serviços digitais em vez de produtos físicos. Websites que fornecem informações e informações valiosas podem monetizar isso oferecendo serviços premium, como e-books, podcasts somente por assinatura e outros downloads valiosos.

Da mesma forma, o foco na criação de listas de assinaturas pode fornecer valor monetário inerente a longo prazo. Através de perguntas diretas e eventos promocionais, como brindes, você pode coletar gradualmente mais e mais endereços de e-mail – que podem ser usados ​​em uma variedade de capacidades de marketing. Por exemplo, este site publica amostras grátis publicamente disponíveis que podem ser usadas como brindes em concursos onde garantir assinaturas é o objetivo.

2. Venda de Mercadorias

Um site com um tráfego constante e estável provavelmente desfruta de uma audiência bastante robusta de visitantes de retorno. Esses indivíduos retornam ao site várias vezes porque têm lealdade à marca. Independentemente do foco do site, essas pessoas confiam no site para fornecer o que precisam.

Os sites que têm visitantes fiéis podem aproveitar essa dinâmica através da venda de mercadorias. De camisetas e bonés a canecas e outras parafernálias, gerar renda dos usuários – em troca de algo que eles querem – é uma tática comum usada. Juntamente com concursos e outros eventos promocionais, o uso de mercadorias pode ser uma tática poderosa para geração de receita.

3. Publicidade PPC

Por último, mas não menos importante, os sites não podem ignorar a publicidade PPC. Esse método é simples: adicione um pouco de código ao seu website e uma variedade de anúncios será exibida aos visitantes. Por cada clique, você ganha uma comissão. Embora essa seja uma forma relativamente pequena de monetização, ela pode aumentar com o tempo, especialmente em sites com grande quantidade de tráfego.

Marketing afiliado

4. Marketing de afiliados

Se você já está produzindo conteúdo relacionado a produtos e itens específicos (como comentários), um truque fácil de monetização é o marketing de afiliados. Esta estratégia experimentada e testada envolve a inclusão de links afiliados em conteúdos relevantes. Se os visitantes clicarem nos links em questão e, em última análise, comprarem produtos, você receberá uma porcentagem da venda total. Muitas marcas (geralmente na forma de lojas on-line) usam o marketing de afiliados como seu único método de monetização.

5. Conteúdo Patrocinado

Se e quando seu website estiver atraindo uma quantidade considerável de tráfego, você poderá usar seu destaque para gerar receita por meio de outros blogueiros. Uma variedade de sites e marcas deseja ser destacada, ganhar tráfego e criar links através do uso de posts patrocinados, para que você possa publicar o conteúdo e cobrar pelo privilégio (observe a diferença entre as postagens dos convidados e as postagens patrocinadas). Mesmo com a etiqueta de preço anexada, muitos sites exigem que o cliente também forneça a postagem, o que significa que não há trabalho real em sua extremidade.

Ganhar dinheiro online dicas

Os sites podem ser facilmente monetizados por meio de diversos métodos. O melhor desses cinco métodos é que eles podem ser usados ​​simultaneamente. Enquanto a escolha cabe a cada marca, combinar uma variedade de maneiras diferentes de gerar renda é a estratégia mais bem-sucedida para o lucro a longo prazo.

A tecnologia digital revolucionou todos os aspectos de nossas vidas. Hoje, você pode fazer quase tudo on-line de compras, assistir a vídeos, estudar e, claro, encomendar sua pizza favorita fatia. A menção de pizza traz um sorriso no rosto da maioria das pessoas, pois é um alimento que é apreciado em todo o mundo. Depois de um longo dia agitado, todos precisam de uma refeição deliciosa, e uma boa pizza pode ser a única coisa que pode mudar seu humor instantaneamente.

Você pode imaginar sair do trabalho, em seguida, dirigindo todo o caminho para um restaurante para obter o seu pizzafamily desfrutando de deliveryfamily entrega pizza pizza? Por um lado, as longas filas podem desencorajá-lo e em segundo lugar você pode até desistir e ir para casa. No entanto, hoje, você não precisa se preocupar como você pode encomendar a sua pizza favorita on-line e obtê-lo entregue à sua porta. Legal certo?

Trabalhador de entrega de comida

família desfrutando entrega de pizza.Aqui estão algumas razões pelas quais a entrega de comida é o negócio real:

1. alta demanda

Devido ao aumento na inclinação das pessoas que usam a internet para obter o que precisam, a entrega de alimentos tem aumentado ultimamente. O fato de alguém poder pedir comida de onde quer que esteja e recebê-la em tempo hábil atraiu muitos clientes. Como tal, os restaurantes perceberam o potencial que entrega online e entrou no mercado para atender às necessidades dos clientes. Isso funcionou muito bem, já que os aplicativos de alimentos são amigáveis ​​ao usuário, facilitando para os clientes o pedido rápido de alimentos.

2. Conveniência

Conveniência é uma das principais razões pelas quais as pessoas preferem encomendar a sua comida online. O fato de você poder escolher o seu pizza favorita de uma variedade deles até melhora. Você não precisa mais se preocupar que o restaurante vai fechar antes de você chegar e encomendar a sua refeição nem você tem que fazer fila e esperar por muito tempo antes de sua comida está pronta. Hoje, tudo o que é possível desfrutar de entrega de pizza em um solitário furto, e é simplesmente isso!

família desfrutando de entrega de pizza

3. economia de tempo

Se você chegasse em casa e começasse a preparar uma refeição, levaria algum tempo até que ela se preparasse. Além disso, limita o tempo que você gasta com sua família após um longo dia de trabalho. Como se isso não bastasse, muitas vezes as pessoas ficam sem trabalho quando estão cansadas, dificultando que preparem uma refeição para si ou para suas famílias. Mas, graças a aplicativos de entrega de comida, você pode pedir sua comida e entregá-la a tempo. Ter-lhe-á poupado todo o incómodo de chegar à cozinha e também dar-lhe mais tempo para se relacionar com os seus entes queridos. Desfrute de uma entrega de pizza com a família desfrutando de uma entrega de pizza, desfrutando de uma entrega de pizza

4. Custo Eficiente

Você está olhando para economizar alguns dólares? Se assim for, você quer aproveitar os serviços de entrega on-line. Como a indústria de entrega de alimentos é competitiva, a maioria dos restaurantes tem ofertas e promoções para atrair mais clientes. Na medida em que é um estratégia de marketing, também beneficiou os clientes, pois eles podem economizar algumas moedas. Além disso, o fato de você não precisar incorrer em custos de transporte para chegar ao restaurante também reduziu significativamente alguns custos.

Conclusão:

A entrega de comida será sempre uma oportunidade de negócio lucrativa, com muito potencial de longevidade. Se você está procurando uma oportunidade de negócio, não encontrará muitas oportunidades melhores para uma empresa que possa começar a pagar rapidamente.

Estamos vivendo em uma era em que a comunicação está fluindo mais rápido do que nunca. Graças à prevalência da Internet e à maximização da nossa confiança na tecnologia móvel, estamos sempre online. Como resultado, as empresas precisam trabalhar cada vez mais para se manter acima da água em relação à concorrência. Por sua vez, isso está levando mais empresas a reavaliar como elas abordam suas metas e orçamentos de marketing.

O marketing na era da internet é simultaneamente mais fácil do que nunca, ao mesmo tempo em que é dramaticamente mais difícil. Vamos descrever algumas dicas e técnicas importantes que ajudarão você a superar o restante do grupo.

Homem negócios, fazendo, marketing digital, usando, móvel, tecnologia

Dicas de marketing para a era digital

Se você está executando uma pequena empresa focada em produtos artesanais ou em uma empresa com vários locais, você precisará entender como comercializar a si mesmo. O marketing é um termo abrangente que engloba todos os aspectos do alcance de seu cliente. Desde a forma como você interage nas mídias sociais até onde e quando você coloca anúncios, o marketing pode ser um tema bastante discutido.

Dito isto, existem algumas técnicas de marketing testadas e verdadeiras que você faria bem em lembrar. Analisaremos alguns conceitos básicos de marketing para prepará-lo para trabalhar na era digital.

1. Crie um orçamento

Marketing é como qualquer outro aspecto de operar um negócio, você vai acabar recebendo o que você paga. Com isso, seu orçamento não precisa ser definido para um número específico. Gastar uma tonelada de dinheiro não significa que você está desfrutando automaticamente de uma excelente exposição de marketing.

Como você descobrirá em breve, há muitas maneiras de ter sucesso no marketing. Não importa qual caminho você escolha seguir, é necessário que seu orçamento seja definido. Como qualquer outro aspecto do seu negócio, ultrapassar o orçamento pode levar a problemas. Escreva um orçamento máximo que você está disposto a gastar em marketing e depois se recuse a excedê-lo.

2. Abraçar a marca

A Nike tinha “Just Do It”, Michael Jordan tinha o logo Air Jordan e o McDonald's tinha o jingle “I'm Lovin 'It”. Todas essas marcas, slogans e logotipos podem ajudá-lo imediatamente a identificar o que você está obtendo. Você pode dizer o mesmo sobre o seu negócio? Depois disso, você pode garantir que seu marketing seja bem-sucedido.

Antes que você possa ter algum sucesso com marketing, você terá que resumir sua marca em algo que seja fácil de reconhecer. Agências de marketing como a BrandMe Australia podem ajudar você a se envolver com o seu marketing. No entanto, eles não podem ajudar, a menos que você saiba o que está tentando fazer com sua empresa.

Para começar, reserve alguns minutos para descrever algumas maneiras de descrever seus produtos, metas e resultados.

Analisando demografia e tendências

3. Estudo Demográfico

Se você está comercializando uma solução moderna para um público mais jovem, convém abordar seu orçamento de marketing começando por lugares familiares para esse público-alvo.

O marketing no Instagram e no YouTube pode ser perfeito se você quiser alcançar um público mais jovem. Se o seu público vai se aposentar com pouco tempo livre, você provavelmente terá mais sorte ao começar com o Facebook. Como você pode ver, seu produto específico e as metas que você tem variam de acordo com sua demografia. Seu orçamento de marketing pode ser rapidamente desperdiçado quando você não considera seus dados demográficos.

A fim de se apossar de sua demografia ideal, você terá que ser dolorosamente honesto sobre seu público. Seja realista sobre o que você está vendendo e quem está comprando e, em seguida, use essa mentalidade para criar um perfil demográfico a partir do zero. Preste atenção à localização geográfica, idade e sexo.

4. Criar Conteúdo Consistente

A melhor maneira de se promover na era digital moderna é ter sempre algo interessante para dizer ou compartilhar. Se você está fazendo marketing nas mídias sociais, verá que obtém melhores resultados quando publica conteúdo constantemente. Com isso dito, você precisa equilibrar a frequência com que libera o conteúdo com a realidade de que você poderia esgotar seu público.

O que isto significa?

Para algumas pessoas, um anúncio por dia para seus negócios pode fazer sentido. Para outras empresas, dois ou três posts por semana são o valor ideal. Não importa o que você decidir fazer, certifique-se de ficar consistente. Quando as pessoas vêem uma empresa vítima de inatividade ou inconsistência em termos de divulgação, elas definitivamente notam.

Construindo uma presença online para o seu negócio

5. Otimize sua presença digital

Há várias maneiras de garantir que sua marca seja “visível” na Internet. Para garantir que você seja o mais acessível possível, otimize sua presença digital. Isso significa que você precisa ter um site e uma conta ativa em todas as principais plataformas de mídia social. Certifique-se de que sua página do Instagram, Facebook, Twitter e Google Business esteja preenchida com informações precisas.

Torne o processo o mais fácil possível para as pessoas encontrarem sua empresa. Quanto mais alguém tiver que trabalhar, menor será a probabilidade de pagar pelo seu produto.

Existem, é claro, maneiras mais profundas de abordar esse assunto. Search engine optimization por meio de conteúdo curado é a principal maneira de comercializar seus serviços. Marketing de SEO é um profundo mar de informações, no entanto, assim você vai precisar ficar a par das mudanças no mundo do marketing como elas se manifestam.

Conclusão

O marketing da sua empresa nos dias e na época de hoje exige um ótimo conteúdo, uma boa ideia e muito esforço. Embora a internet tenha tirado a necessidade física de colocar cartões de visita em toda a cidade, você ainda precisa fazer um esforço.

O marketing é tanto sobre mostrar seu ótimo produto quanto mostrar suas habilidades como proprietário de uma empresa. Use as dicas que descrevemos acima para encontrar o caminho para a estratégia de marketing perfeita.