Eles são co-fundadores? 14 considerações antes de fazer parceria em um projeto

O que é particularmente crucial a considerar antes de decidir se você deseja ou não co-fundar um projeto com alguém?

Co-fundadores discutindo estratégia

Essas respostas são fornecidas pelo Young Entrepreneur Council (YEC), uma organização somente para convidados composta pelos jovens empreendedores de maior sucesso do mundo. Os membros do YEC representam quase todos os setores, geram bilhões de dólares em receita a cada ano e criaram dezenas de milhares de empregos. Saiba mais em yec.co.

1. Equilíbrio e compatibilidade

A maior coisa que acredito que você deve descobrir antes de entrar em um relacionamento de co-fundador é: vocês dois são compatíveis? Essa pessoa é o yin do seu yang? A compatibilidade no setor de negócios não é diferente da sua vida amorosa. Pessoalmente, gostaria de saber se eles adoram fazer todas as coisas que não gosto e não sou particularmente forte. Você precisa de alguém para equilibrar você. – Laura EgocheagaMeios de crescimento viral

2. Adaptabilidade

Como um novo negócio, você encontrará muitas surpresas. É essencial encontrar alguém que possa pensar rápido e se adaptar às situações em mudança. Alguém que é flexível quando as coisas mudam ou quando decisões difíceis precisam ser tomadas será inestimável para o seu novo empreendimento. – Thomas Griffin, OptinMonster

3. Habilidades Complementares

Quando você pensa em começar algo com um parceiro, precisa levar em consideração as habilidades dele. É uma boa ideia trabalhar com alguém que tenha habilidades que complementem as suas. Você também precisa garantir que eles sejam experientes e bons no que fazem, garantindo que seu empreendimento tenha as melhores chances de sucesso. – Blair Williams, MemberPress

4. Pontos fortes e fracos

Penso que combinar seus pontos fortes e fracos com um parceiro em potencial é uma ótima maneira de determinar se eles são a escolha certa. Por exemplo, se você não gosta de falar em público, vai querer procurar um parceiro que goste de se envolver e fazer apresentações sociais. Enquanto isso, você pode se concentrar em seus pontos fortes. – Chris Christoff, MonsterInsights

Encontrar o co-fundador certo

5. Entusiasmo

Esteja você seguindo um projeto de paixão ou simplesmente liderando uma nova iniciativa no escritório, quem quer que você traga consigo deve corresponder ao seu nível de entusiasmo por ele. Quando estiver trabalhando depois do expediente ou no início da manhã do seu projeto, convém ter parceiros confiáveis ​​que estejam ao seu lado porque eles entendem o valor que esse projeto trará. – Tyler Gallagher, ativos reais

6. Nível de Investimento

Embora possa parecer uma ótima oportunidade de fazer parceria com alguém mais bem-sucedido que você, também pode causar grandes problemas. Quando você inevitavelmente encontra um revés maior, um parceiro que investiu uma quantia menos significativa de seu dinheiro pode desistir mais facilmente. Isso pode significar que você estará enfrentando os momentos mais difíceis da sua empresa. – Karl Kangur, Acima da casa

7. Sua missão e valores

A parte mais crítica de decidir se você quer entrar nos negócios com outra pessoa é saber se vocês compartilham a mesma missão e valores. Não ter a mesma visão para sua empresa significa que você deseja adotar diferentes abordagens para administrar e expandir os negócios. Em última análise, isso criará muitos atritos que podem prejudicar seu projeto de negócios. – Maria Thimothy, OneIMS

8. Sua capacidade de pensar independentemente

É importante perceber que, quando você toma uma decisão, isso pode dar errado. Algumas decisões podem inevitavelmente fazer maravilhas e outras podem resultar em desastres. Você precisa de uma pessoa que possa pensar de forma independente e fazer você perceber que o que está fazendo está errado. Mesmo se você estiver comprometido com uma decisão, sempre precisará de um plano de backup para tudo quando isso der errado. – Vikas Agrawal, Infobrandz

9. Confiança

Não há nada mais importante em um parceiro de negócios do que confiança. Sem confiança, será extremamente desafiador construir um negócio bem-sucedido e, mesmo que você o faça, problemas significativos surgirão. Ao avaliar um possível co-fundador, reserve um tempo para avaliar até que ponto você confia neles. – Adam Mendler, O grupo Veloz

Co-fundadores

10. Paciência

Chega um momento em que as coisas são muito caóticas e você nem sabe o que fazer a seguir. Estes são os momentos em que um co-fundador deve ser paciente com o ambiente. Se você é uma pessoa ansiosa e entra em pânico em tempos difíceis, certifique-se de que seu co-fundador seja paciente. Você precisa de uma pessoa paciente ao seu redor para acalmar as coisas. – Kelly Richardson, Infobrandz

11. Objetivos compartilhados

Para embarcar em um projeto com um parceiro, é crucial que ambos tenham o mesmo objetivo em mente. Você não pode ter uma pessoa se esforçando para realizar uma coisa, enquanto a outra não é tão investida. Assegure-se de que ambos estão nisso pelo mesmo motivo antes de concordar com qualquer coisa. – Rana Gujral, Sinais comportamentais

12. Autoconsciência

É importante conhecer sua capacidade de liderar, construir e distribuir, mas aprender suas habilidades e quem pode complementá-lo é extremamente importante. Se você é um construtor, mas não sabe distribuir, encontre um parceiro. Se você conhece o GTM, mas nunca criou, encontre um parceiro. Se você é uma pessoa com visão, encontre um produto e uma pessoa com GTM. – Jack KudaleCowbell

13. Flexibilidade e compromisso

Iniciar um negócio é um empreendimento demorado que requer flexibilidade e comprometimento. Se o seu potencial co-fundador estiver vinculado a outros projetos ou obrigações, ele poderá não ser capaz de ajudá-lo quando você mais precisar. Encontre alguém flexível e capaz de se comprometer com qualquer coisa a qualquer momento, porque as coisas vão dar errado e você precisará de alguém com quem possa contar. – Shaun Conrad, Meu Curso de Contabilidade

14. Se você gosta deles pessoalmente

Co-fundar um projeto em conjunto colocará você em contato constante e próximo ao seu parceiro por um longo tempo. Pergunte a si mesmo o quanto você gosta dessa pessoa. Se ficarem irritados, repasse o projeto. Você precisa ter um ótimo relacionamento para co-fundar com sucesso um projeto, caso contrário, você ficará louco. – Zach Binder, Bell + Ivy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *