6 fontes para evitar

Backlinks ruins prejudicam o SEO

Backlinks são componentes cruciais em uma estratégia de SEO, uma vez que atuam como roteiros para os motores de busca. Se você tiver links de qualidade e autoridade, seu site será considerado como tendo autoridade, possibilitando a classificação de uma determinada palavra-chave ou frase de palavra-chave. No entanto, você precisa saber que existem certos backlinks que podem prejudicar seus rankings.

Aqui estão 6 fontes de backlinks para evitar…

1. Link Farms

Estas são fontes de baixa qualidade que existem para hospedar links para outros sites. Eles não têm outro propósito além de aumentar o tráfego e o ranking de páginas de outros sites. Como resultado, os farms de links ficaram muito cheios com o Google e, portanto, é menos provável que um farm de links seja altamente classificado nas páginas do Google. Por esse motivo, se você encontrar um farm de links, não pense em usá-lo para postar links para seu site.

2. Fontes pagas

De acordo com a política oficial do Google, não é aceitável pagar por links. Se o Google descobrir que você está pagando por links, é mais provável que eles lidem com todos os envolvidos. Não importa o quanto a qualidade dos links possa parecer, contanto que você esteja pagando por links individuais, o risco de ser pego é bastante alto. Pagar por serviços de SEO é compreensível, mas pagar diretamente por links não é recomendado.

3. Trocas

Em um contexto online, o relacionamento é ótimo. Encontrar uma pessoa com a qual você possa compartilhar conteúdo é uma excelente maneira de criar autoridade e compartilhar um público. No entanto, se você trocar links com outra fonte de forma consistente e excessiva, poderá atrair alguma atenção negativa do Google.

Se muito do seu perfil de backlink depender de outras fontes, pode ser uma situação ruim para todas as partes envolvidas. No entanto, você pode trocar vários links entre si somente se tudo isso fizer parte de sua estratégia geral.

4. Rodas de Link

Estes são considerados como esquemas de pirâmide do edifício da ligação. Eles são mecanismos artificiais para passar suco de link por meio de uma combinação de links que apontam um para o outro. Em outras palavras, as rodas de link enganam os mecanismos de pesquisa criando caminhos que passam a autoridade de um site para outro. O juicing de links não é uma estratégia ruim, mas tentar estabelecer uma roda de link é o que o Google considerou inaceitável.

5. Plugues de Conversação

Uma das estratégias de backlinking mais comuns é escorregar um link para uma conversa irrelevante. Embora os comentários e fóruns do blog sejam excelentes recursos para criar links de qualidade, considera-se uma estratégia de backlink ruim se sua mensagem não for consistente com a conversa ou se sua intenção for apenas criar autoridade com um backlink. Procure técnicas para incorporar seus links naturalmente em uma conversa e garanta que seu link aponte para uma página relevante.

6. Diretórios Irrelevantes

Postar links em diretórios que não têm nada a ver com a indústria que você opera não é recomendado e deve, portanto, ser evitado a todo custo. O Google está ciente do seu negócio. Se você é um restaurante postando em um diretório de negócios de hardware, você está sujeito a uma penalidade.

Conclusão

A coisa mais importante a tirar deste guia é que não há um refúgio seguro para backlinks. Portanto, é sempre bom evitar as fontes de baixa qualidade mencionadas aqui. Se você não souber quais outras opções estão disponíveis, poderá contratar serviços de criação de links para criar seu link de maneira aceitável e de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *