5 coisas para lembrar ao criar um negócio no exterior

Para um número crescente de empreendedores, a chance de construir um negócio no exterior pode ser a chance de uma vida inteira. Deixar o ninho para ser global constitui aprendizagem em um novo ambiente de negócios e, além disso, envolve uma bela nova cultura e um novo estilo de vida. Uma oportunidade como essa pode atrair os proprietários de startups em particular, já que se alinha com uma abordagem empreendedora para expansão futura.

Ao contrário do que alguns acreditam, iniciar um negócio em uma terra estrangeira também pode ser uma decisão prática e também ousada. Tocar no mercado internacional pode prolongar a vida de vendas de certos produtos e serviços, contrabalançar o efeito da saturação excessiva no mercado doméstico e posicionar um novo negócio para um nível de crescimento que não teria alcançado se tivesse permanecido local. Mas é claro que nenhuma chance como essa é fácil, e algum trabalho preparatório precisa ser feito para tornar a transição local para global suave.

Dicas para montar um negócio no exterior

Se você é um empreendedor procurando arranjar e montar seu próprio negócio no exterior, quais são algumas coisas que você deve saber de antemão? Veja uma pequena lista de dicas que podem funcionar como um plano para seus preparativos.

1. Papelada

Toda a documentação necessária deve estar em ordem. Depois de tomar a decisão de sair, limpe toda a sua documentação pessoal. Renove seu passaporte, solicite o tipo correto de visto e guarde cópias sólidas de todas as suas identificações válidas. Além disso, você pode querer contratar um seguro de saúde internacional para desfrutar da qualidade dos cuidados de saúde que você teve como um empreendedor local. Para isso, você pode procurar uma empresa como a Now Health International para um plano de seguro adequado. Completar o rasto de papel para assuntos como estes deve assegurar navegação suave de seu país de origem para sua nova base de casa.

2. Configurar uma sede doméstica no exterior

Sua casa, transporte e situação de vida devem ser resolvidos. Antes de começar seu novo trabalho, ajudaria a ter uma visão clara de como serão suas condições de vida. Onde seu novo endereço será? Se você estiver saindo com a família a reboque, sua nova residência será adequada a todos? Onde fica o terminal de transporte mais próximo e que meios de transporte você usará para chegar à sua nova sede? Quanto mais firmes forem seus planos, mais fácil será mergulhar em seu novo trabalho.

3. Rede antes de estabelecer raízes

Você deve estar construindo sua rede de negócios antes mesmo de sair. Reunir contatos de negócios respeitáveis ​​é uma tarefa que pode ser feita bem antes da sua partida.

Faça uma lista de possíveis parceiros, fornecedores, recrutadores de pessoal, provedores de logística e afins para que as operações possam começar o quanto antes. Você também pode querer encontrar uma comunidade de expatriados colegas para que você possa manter uma vida social, bem como obter dicas valiosas sobre como fazer negócios no exterior.

4. Mantenha-se legal

Você deve estar orientado com as leis e ordenanças de sua nova base. Estabelecer um novo negócio em outro país significa envolver os canais legais e institucionais desse país. Se necessário, você pode pedir conselhos profissionais sobre como obter uma licença comercial, como pagar impostos internacionais e como passar pelos costumes corporativos, entre outros.

Certifique-se de que a sua documentação esteja em ordem ao configurar negócios no exterior

5. Pesquisa de mercado

Você deve colocar sua pesquisa de mercado em bom uso. Depois de se estabelecer, agora você pode se concentrar em criar uma dinâmica para o negócio – e isso significa embarcar em iniciativas localizadas.

Como sua empresa pode provar sua relevância para esse novo mercado? Qual é a familiaridade dos habitantes locais deste país com os produtos ou serviços que você oferece? Quem é o seu concorrente direto e como você pode ficar em pé com eles? Depois que você e sua equipe responderem a essas perguntas, você estará no caminho certo para alcançar o crescimento que estava procurando nesse novo mercado.

Conclusão

Na verdade, a criação de um negócio em uma terra estrangeira será difícil. Haverá muitas mudanças na rotina que você manteve em casa, e você estará lidando com os desafios do próprio negócio com seu choque cultural inicial, saudade de casa ou solidão. Mas você descobrirá, como outros fizeram antes de você, que essa nova vida também pode ser muito empolgante.

Como se costuma dizer, “o mundo é sua ostra” – isso não poderia ser mais verdadeiro para a geração atual de empreendedores com visão de futuro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *